NOSSO NEGÓCIO

A jornada da INOPAT começou em 2005, ao identificarmos a necessidade de novas opções de produtos para o mercado diagnóstico brasileiro, principalmente para identificação de tumores em tecido, no segmento da Patologia Cirúrgica.

NOSSOS PRODUTOS

Diagnóstico

Esta linha inclui principalmente reagentes para a realização de testes por imuno-histoquímica, imunofluorescência, hibridização in situ e outras técnicas moleculares.

Pesquisa

Para a área de pesquisa em Ciências da Vida oferecemos à comunidade científica soluções laboratoriais para o desenvolvimento de diversas técnicas em diferentes áreas de estudo.

Equipamentos

Fornecemos equipamentos e acessórios de última geração para o mercado diagnóstico e de pesquisa, visando a melhoria contínua da qualidade das amostras, assim como dos processos, para obter a maior segurança nos resultados.

Consumíveis

Nossa linha de consumíveis inclui produtos especialmente selecionados com os mais altos padrões de qualidade a fim de garantir a performance dos testes sem interferir na qualidade das amostras.

Com soluções integradas para realização de testes laboratoriais,  proporcionamos aos patologistas maior segurança diagnóstica e aos pesquisadores maior confiabilidade nas pesquisas em ciências da vida.

PARCEIROS

BLOG

O Câncer Infantil no Brasil

Quando analisamos por faixas etárias, os adolescentes têm a maior faixa de mortalidade (51,1/milhão), crianças de 0 a 4 anos (46,9/milhão), 5 a 9 anos em média de 37,9 mortes/milhão e crianças de 10 a 14, a média é de 37,1 mortes/milhão.

Também foi apontado no estudo a mortalidade de crianças e adolescentes indígenas: 67,7 por milhão, o que é bem acima da média nacional.

Leia mais »

Filtros de Microscópio de Fluorescência e Sondas FISH – Como escolher?

Para a técnica de hibridização in situ fluorescente (FISH) é obviamente necessário um microscópio de fluorescência. Em geral, sua configuração é composta de uma fonte de luz intensa de amplo espectro. Esta luz é filtrada por um filtro de excitação que transmite luz em uma determinada faixa de comprimento de onda e posteriormente é desviado por um espelho dicróico (dispersor de feixe).

Leia mais »

Webinar: Dicas e Truques para Microtomia

O corte histológico é a arte migrar tecidos processados para as lâminas histológicas. O sucesso desse procedimento depende estritamente de dois fatores principais: por um lado, o micrótomo utilizado para o corte, e por outro, as habilidades e experiências pessoais dos histotécnicos.

Como melhorar ambos os fatores para obter cortes ideais com o micrótomo?

Leia mais »
Fechar Menu