Inopat contra a Dengue!

A dengue é uma doença febril aguda, causada por um vírus, sendo um dos principais problemas de saúde pública no mundo. O seu principal vetor de transmissão é o mosquito Aedes aegypti, que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais.

Continuar lendo

Feliz dia do histotécnico!

Embora ainda sem regulamentação formal desde 1988, a profissão do Histotecnologista ou histotécnico tem-se tornado cada vez mais relevante no cenário laboratorial frente as novas conquistas e inovações técnico-científicas do segmento. Nos EUA a certificação como histotécnico está disponível pela Sociedade Americana de Patologistas Clínicos (ASCP) mediante avaliação de credenciais acadêmicas, experiência clínica mínima de 100 horas e exame escrito.

Continuar lendo

Dezembro Laranja – Mês da prevenção e conscientização sobre o câncer de pele

Embora a técnica de imunoistoquímica e suas aplicações tenham possibilitado grandes avanços nos últimos 25 anos, os diagnósticos na especialidade da dermatopatologia ainda são em grande parte baseado na colorações por H&E. Apesar disso, há inúmeras situações onde a imunoistoquímica pode ajudar o patologista na definição de casos mais complicados.

Continuar lendo

Citometria de Fluxo – Quantas famílias de fluoróforos você conhece? – Parte II

Que a citometria de fluxo é um processo extremamente importante dentro dos protocolos de imunologia todos já sabemos. Essa técnica nos permite contar grande número de células ou partículas baseadas em seu tamanho, complexidade interna, fenótipo, estado celular, função celular, conteúdo do DNA, expressão genética e quantificar todas essas propriedades no nível de uma única célula. No entanto, saber as aplicações da técnica e o protocolo apenas, não é suficiente para termos um bom resultado na análise do experimento.

Continuar lendo
Fechar Menu