ROS 1: Imuno-Histoquimica & FISH – Conheça nossa solução completa

ROS 1: Imuno-Histoquimica & FISH – Conheça nossa solução completa

Sobre o Câncer de Pulmão

O câncer de pulmão causa mais de três mortes a cada minuto e é o câncer mais comum em todo o mundo.1 A cada ano, estima-se que 2,1 milhões de pessoas são diagnosticadas.1 É o primeiro em todo o mundo desde 1985, tanto em incidência quanto em mortalidade. Cerca de 13% de todos os casos novos de câncer são de pulmão.2

No Brasil é o segundo mais comum em homens e mulheres (sem contar o câncer de pele não melanoma).2 Em cerca de 85% dos casos diagnosticados, o câncer de pulmão está associado ao consumo de derivados de tabaco.2

A taxa de sobrevida relativa em cinco anos para câncer de pulmão é de 18% (15% para homens e 21% para mulheres). Apenas 16% dos cânceres são diagnosticados em estágio inicial (câncer in situ), para o qual a taxa de sobrevida de cinco anos é de 56%.2

O câncer de pulmão se divide em dois tipos principais, que são tratados de maneira muito diferente:

– 80 a 85% dos cânceres de pulmão são do tipo câncer de pulmão de não pequenas células (CPNPC), que podem ser classificados em adenocarcinomas, carcinoma espinocelular, carcinoma de grandes células (indiferenciado) e outros subtipos.3

– 10 a 15% dos cânceres de pulmão são do tipo câncer de pulmão de pequenas células.

A necessidade de classificação precisa desses subtipos foi ampliada com a introdução de terapias-alvo. As terapias-alvo mudaram o paradigma do tratamento do câncer de pulmão para além de apenas identificar o subtipo histológico, necessitando identificar os subtipos pelas mutações oncogênicas e fusões.

Sobre ROS1

A expressão elevada da proteína ROS1 em células tumorais pode indicar a presença de um rearranjo genético do ROS1.4  Assim como os tumores CPNPC positivos para ALK, tumores de pulmão ROS1 positivos são predominantes em indivíduos mais jovens e não fumantes.

O rearranjo de ROS1 ocorre em aproximadamente 1%-2% dos tumores CPNPC e é preditivo como resposta a tratamento com inibidores de tirosina quinase. Até o momento o padrão ouro para detecção do rearranjo de ROS1 e pelo método FISH (fluorescence in situ hybridization (FISH), porém a detecção de ROS1 por imuno-histoquímica tem sido proposto como um teste de triagem.

ROS1 (clone EP282)
ZytoLight ® SPEC ROS1
Fonte: 1 American Cancer Society (2018). What is Non-Small Cell Lung Cancer? https://www.cancer.org/cancer/non-small-cell-lung-cancer/about/what-is-non-small-cell-lung-cancer.html Accessed 13th June 2018. 2  https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-pulmao 3. http://www.oncoguia.org.br/conteudo/tipos-de-cancer-de-pulmao/ 4. Pao, W., and Hutchinson, K. (2012) Chipping Away at the Lung Cancer Genome. Nature Med, 2012;18(3):349-351.

Deixe uma resposta

Fechar Menu