Citometria de Fluxo – Quantas famílias de fluoróforos você conhece? – Parte II

Que a citometria de fluxo é um processo extremamente importante dentro dos protocolos de imunologia todos já sabemos. Essa técnica nos permite contar grande número de células ou partículas baseadas em seu tamanho, complexidade interna, fenótipo, estado celular, função celular, conteúdo do DNA, expressão genética e quantificar todas essas propriedades no nível de uma única célula. No entanto, saber as aplicações da técnica e o protocolo apenas, não é suficiente para termos um bom resultado na análise do experimento.

Continuar lendo

O Câncer Infantil no Brasil

Quando analisamos por faixas etárias, os adolescentes têm a maior faixa de mortalidade (51,1/milhão), crianças de 0 a 4 anos (46,9/milhão), 5 a 9 anos em média de 37,9 mortes/milhão e crianças de 10 a 14, a média é de 37,1 mortes/milhão. Também foi apontado no estudo a mortalidade de crianças e adolescentes indígenas: 67,7 por milhão, o que é bem acima da média nacional.

Continuar lendo

Filtros de Microscópio de Fluorescência e Sondas FISH – Como escolher?

Para a técnica de hibridização in situ fluorescente (FISH) é obviamente necessário um microscópio de fluorescência. Em geral, sua configuração é composta de uma fonte de luz intensa de amplo espectro. Esta luz é filtrada por um filtro de excitação que transmite luz em uma determinada faixa de comprimento de onda e posteriormente é desviado por um espelho dicróico (dispersor de feixe).

Continuar lendo

Setembro Dourado – NKX2.2 e o diagnóstico de Sarcoma de Ewing

O sarcoma de Ewing é o segundo tumor ósseo mais frequente na infância e adolescência. Trata-se de um câncer altamente agressivo, e pode também surgir em tecidos de partes moles (músculos, cartilagens). Os avanços no tratamento levaram a uma melhora significativa dos resultados. Pacientes com doença localizada têm sobrevida em torno de 70-80%. Em pacientes com doença metastática (quando o câncer se espalhou), a sobrevida é em torno de 30%.1

Continuar lendo

A luta contra o SARS-CoV-2 continua

A COVID-19 é uma doença infecciosa causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) e tem como principais sintomas febre, cansaço e tosse seca. O SARS-CoV-2 afeta cada pessoa de forma diferente e a maior parte da população desenvolve a doença com sintomas leves a moderados e se recupera sem necessidade de hospitalização.

Continuar lendo
Fechar Menu