A técnica FISH na patologia molecular

A introdução da fluorescência na hibridização in situ (FISH do inglês: fluorescence in situ hybridization) é uma técnica desenvolvida na década de 1980 e marcou o início de uma nova era para o estudo da estrutura e função do cromossomo.

Continuar lendo

Webinar: Patologia Gastrointestinal

Neste webnar você terá uma breve visão geral das atualizações em imuno-histoquimica para a patologia gastrointestinal, com atenção especial às avaliações externas de qualidade. Serão brevemente discutidos anticorpos relevantes em vários subtipos de tumores gastrointestinais, passando por carcinoma, sarcoma e marcadores específicos para os órgãos gastrointestinais superiores.

Continuar lendo

Summer Camp – Programa científico de verão da Cell Marque

Neste ano a aventura não será menos empolgante e te convidamos a fazer sua mala virtual, apertar o cinto e participar desta jornada educacional.

Os confiáveis pilotos da CellMarque, palestrantes experts em diagnóstico em tecido irão levá-lo a seis roteiros pelo fascinante mundo da imunoistoquímica. Cada voo terá aproximadamente uma hora de duração e a língua oficial será o inglês.

Continuar lendo

A ciência por trás da arte da macroscopia!

A macroscopia é uma das etapas fundamentais na preparação das amostras para os diagnósticos na patologia cirúrgica. Ao longo dos anos, as estações de trabalho e bancadas tradicionais foram gradativamente aprimoradas, mas nunca com uma abordagem inovadora para essa etapa fundamental.

Continuar lendo

Não confie em deixar seus cassetes sozinhos, acompanhe-os!

Atualmente a rastreabilidade é de suma importância em qualquer laboratório. O rastreamento dos dados da amostra desde sua coleta até a análise final é fundamental para garantir um diagnóstico correto e, em última análise, para a segurança do paciente. No entanto, a realidade em muitos laboratórios é que várias etapas da jornada da amostra não são totalmente rastreadas ou são feitas manualmente, com alto risco de perda de dados relevantes ou incompatibilidades, impactando assim no diagnóstico final.

Continuar lendo

Feliz dia do histotécnico!

Embora ainda sem regulamentação formal desde 1988, a profissão do Histotecnologista ou histotécnico tem-se tornado cada vez mais relevante no cenário laboratorial frente as novas conquistas e inovações técnico-científicas do segmento. Nos EUA a certificação como histotécnico está disponível pela Sociedade Americana de Patologistas Clínicos (ASCP) mediante avaliação de credenciais acadêmicas, experiência clínica mínima de 100 horas e exame escrito.

Continuar lendo
Fechar Menu